(48) 3901-2000
vendas@unilimoveis.com.br CRECI 1162J

Startups em Florianópolis: Vale do Silício Tupiniquim

18 abr 2019

Startups em Florianópolis: Vale do Silício Tupiniquim

Que os empreendimentos tecnológicos estão se espalhando pelo país, isso é um fato. Mas você sabia que a quantidade de startups em Florianópolis torna a cidade conhecida como o “Vale do Silício” do nosso país, em referência ao Vale do Silício na Califórnia, que concentra grandes empresas de tecnologia do mundo?

Essa conquista torna a Ilha da Magia (ou melhor, a Ilha do Silício) um excelente lugar para morar, trabalhar e também investir na abertura de seu empreendimento. Afinal, isso mostra que a cidade é aberta ao desenvolvimento tecnológico.

Venha entender os motivos no post de hoje!

Por que Florianópolis é uma ótima cidade para viver e trabalhar?

A capital de Santa Catarina tem muitos motivos para se orgulhar. Em primeiro lugar, Florianópolis continua apresentando bons índices de desenvolvimento em comparação a outros locais do país – prova de que é possível viver com qualidade de vida.

Para você ter uma ideia, estamos na faixa de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerada “muito alta”, de acordo com o último censo do IBGE (2010): 0,847. Esse índice avalia os aspectos de educação, longevidade e renda, tendo como valor máximo o número 1 (a Noruega apresenta um IDH de 0,953).

E por falar em renda, dados de 2016 do IBGE mostram que Florianópolis ocupa o 1º lugar no ranking de melhor média salarial dos trabalhadores formais do estado de Santa Catarina, correspondendo a 4,7 salários mínimos. Em relação a todos os municípios brasileiros, estamos em 14º lugar.

Bom, além de Florianópolis ser uma cidade com paisagens belíssimas, aqui também é lugar para se empreender. Não é à toa que em 2017 ela foi eleita a segunda cidade mais empreendedora do país, pelo terceiro ano consecutivo, atrás apenas de São Paulo, de acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras da Endeavor Brasil.

Por estar localizada em uma ilha, a limitação de espaço não proporcionou à cidade a instalação de indústrias, dando lugar a uma guinada para o mundo do empreendedorismo.

É aí que entram as startups em Florianópolis. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), a capital catarinense lidera o ranking brasileiro do número de startups em relação ao número de habitantes.

De acordo com a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Floripa abrigava em 2018 mais de 16 mil empreendedores e estima-se que tenha mais de 900 empresas de tecnologia que, juntas, faturam R$ 5,4 bilhões – número quatro vezes maior do que o retorno trazido pelo turismo.

Não é à toa que os grandes investidores estão de olho nas startups em Florianópolis. Segundo o estudo “Rise of The Global Startup City”, do Center for American Entrepreneurship, entre 2015 e 2017, houve um aumento de 117% no número de investimentos nas startups da Ilha do Silício.

Não faltam exemplos de startups em Florianópolis que fazem sucesso e despontam no mercado brasileiro e também mundial, movimentando a economia. Apenas para citar algumas:

  • Resultados Digitais: startup de soluções tecnológicas para as estratégias de marketing digital e vendas de empresas;
  • ContAzul: startup de soluções tecnológicas para o planejamento e controle financeiro de pessoas físicas e jurídicas;
  • Decora: startup considerada a maior produtora mundial de imagens em 3D, conectando arquitetos a clientes de decoração, que recentemente foi adquirida pela norte-americana CreativeDrive por US$ 100 milhões.
  • Hostgator: startup de hospedagem de sites e venda de domínios para a web.

Ufa, são muitos números, não é mesmo?

Por que as startups em Florianópolis despontam no mercado nacional?

A seguir separamos resumidamente outros motivos que tornam as startups em Florianópolis promissoras – caso você também pense em empreender por aqui.

  • Educação e formação de talentos: aqui temos universidades de renome nacional (como a UFSC, a FGV e a UDESC), bem como 12 centros de ensino superior;
  • Migração de talentos: profissionais de outras cidades e estados altamente qualificados migram para a Ilha do Silício há vários anos, gerando uma rede de conhecimento e troca de experiências;
  • Fomento à pesquisa: a capital catarinense também é sede de várias empresas de fomento à pesquisa, criando um ambiente de inovação. Além dos 15 centros universitários, temos 10 institutos de pesquisa, quatro fundos de capital de risco e duas incubadoras;
  • Incentivos fiscais: um dos motivos que tornam as startups em Florianópolis empreendimentos fortes e competitivos são as leis de incentivos fiscais, como a Lei da Inovação Tecnológica e o programa Desenvolvimento da Empresa Catarinense, que dão suporte para quem está começando a empreender por aqui;
  • Custo baixo de operação: segundo o índice FipeZap, o valor do aluguel em Florianópolis pode ser 38% menor em comparação com São Paulo e 36% menor em comparação ao Rio de Janeiro, o que, por si só, já desonera muito a operação do empreendimento.

E então, procurando lugar para morar ou investir?

Escolha Florianópolis. Além de ser bela, a Ilha do Silício reúne todas as condições para se viver com qualidade de vida e prosperidade.

E se você é um empreendedor, então além de morar, saiba que vale a pena investir em startups em Florianópolis por conta de todos os motivos citados acima.

Agora, a pergunta que não quer calar: afinal, qual é o custo de vida em Florianópolis? Descubra neste post aqui. Até a próxima!

Unil Imóveis